A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por intermédio da Delegacia de Nova Olinda, desvendou, nesta segunda-feira (13), um homicídio ocorrido em 11 de setembro 2010, na cidade de Nova Olinda, tendo como vítima Emiliano José Bezerra de, de 72 anos.

Conforme o delegado Luis Gonzaga da Silva Neto, titular da DPC de Nova Olinda, no dia dos fatos, um indivíduo de iniciais J.E.S.F, com 22 anos à época, foi até a residência da vítima, onde pediu para que o volume do som fosse reduzido.

No entanto, a companheira de Emiliano negou-se a atender o pedido, o que ocasionou uma discussão entre ambos.

Em seguida, J.E.S.F. voltou para sua casa, onde pegou um porrete de madeira e retornou à casa da vítima, desferindo um golpe na cabeça de Emiliano, que não resitiu à lesão e foi à óbito.

Várias testemunhas viram o suposto autor desesperado no meio da rua, onde dizia estar arrependido do que acabara de fazer, vindo a se evadir do local logo em seguida.

O inquérito foi concluído, sendo o suspeito indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil, cuja pena total pode chegar ao patamar de 30 (trinta) anos de prisão. O caso agora fora encaminhado ao Poder Judiciário para as medidas cabíveis.

Foto : Dennis Tavares/ SSP-TO


Compartilhar:

Deixe seus Comentario